Relaxar x Tratar por Mônica Félix

Relaxar, de acordo com o dicionário, significa "diminuir a tensão de; afrouxar; tornar sem efeito; tornar menos severo". Sinônimos de "relaxar" podem ser descuidar, desleixar e negligenciar. 

Levanto essa questão porque está quase virando um mantra nos salões de beleza a ideia de que cabelos cacheados devem ser tratados com relaxamento. Várias meninas me relatam que, ao irem apenas fazer as unhas, são abordadas sempre com a mesma história: "Por que você não relaxa este cabelo? Eu tenho um produto ótimo!" Ou então: "Tenho um tratamento ótimo pra alisar o seu cabelo! Vai te dar bem menos trabalho!" Ou ainda - e pior ainda: "Vamos alisar esse cabelo? Cabelo liso fica muito mais arrumado!"


Foto: Alice Venturi

A pergunta que fica é a seguinte: por que o cabelo cacheado, cheio, volumoso e lindo incomoda tanto os cabeleireiros? A resposta é simples. Poucos pesquisam tratamentos de fato e tratar os cachos requer tempo e dedicação. Ah, claro, porque alisamento, relaxamento, progressiva não tratam cabelo nenhum, não é? 
Indicar produtos naturais que as clientes possam usar em casa leva anos de pesquisas, mas os resultados são fantásticos. 

Para ter os cabelos bem tratados sem precisar "relaxar" é possível fazendo alguns tratamentos em casa ou no salão. Vamos falar de algumas dessas técnicas.

cabelos cacheados
Foto: Reprodução


Os óleos vegetais extraídos de sementes, frutos e raízes possuem vitaminas, proteínas e sais minerais; hidratam, reconstroem a fibra capilar, prevenindo as pontas duplas e eliminando o frizz. Além disso, equilibra o manto lipídico - o nome é feio, mas o conceito é fácil: essa é a região onde são produzidos os óleos do nosso corpo para garantir a nossa hidratação natural. Com o manto lipídico equilibrado o cabelo não fica nem seco, nem oleoso. Com os óleos vegetais a cliente pode fazer umectação semanalmente, que nada mais é do que o bom e velho banho de óleo.

Outra possibilidade de tratamento para os cabelos cacheados é a algoterapia. Esse método utiliza algas 100% naturais e orgânicas, extraídas do Oceano Pacífico. Ajuda a reconstruir a fibra capilar, hidratando e tratando os cachos. Já na primeira aplicação é visível o resultado de hidratação, cauterização e nanoqueratinização, principalmente nos cabelos submetidos a ações de produtos químicos anteriormente. 


cabelos cacheados
Foto: Reprodução


O que é importante perceber é que alisamento temporário - a escova e a prancha que se faz no salão - ou qualquer tipo de alisamento permanente não são tratamentos em hipótese alguma. No primeiro caso, as altas temperaturas da prancha retiram a hidratação natural do cabelo, o que, no caso do cabelo cacheado, pode ser ainda mais prejudicial, já que esse é um cabelo que tende a nascer com menos oleosidade natural. Já os alisamentos químicos alteram as ligações químicas dos fios, fazendo com que esse cabelo não volte à forma natural com o tempo. Ou seja, o cabelo cacheado alisado quimicamente nem ficará liso para sempre e nem voltará a ser cacheado, a menos que seja totalmente cortado.


Foto: Reprodução


Ainda tem o problema da incompatibilidade: dificilmente certo alisamento químico é compatível com outro. Significa que ou se faz sempre o mesmo ou será necessário dar uma pausa de no mínimo seis meses para trocar de química. Se isso já complicado para o profissional, imagina quem quer se aventura no mundo do alisamento sozinha em casa vendo vídeos no YouTube?

Outra coisa curiosa é o fato de que esse "tratamentos" não têm o nome de acordo com o ativo usado. Escovas progressivas muitas vezes prometem alisar em uma única aplicação. Oi? Não entendi. Se é progressiva, alisa gradualmente, certo? Nesse caso, errado... Escova de morango, chocolate e similares têm fragrâncias artificiais para disfarçar o cheiro do ativo (no caso, o formal). Ou seja, nenhuma delas tem morango, leite ou chocolate na fórmula. Amiga, é progressiva, não é milkshake.

Então nada disso trata cabelo. Novos nomes são, na verdade, ações de marketing dos mesmos antigos ativos. Eles costumam conter manteigas e óleos vegetais, que devolvem o brilho e a maleabilidade. Mas também contém silicone e óleos minerais, que não servem para nada. 


cabelos cacheados
Foto: Reprodução


Na teoria, todo alisamento é mágico: trata, alisa, dá brilho, traz a pessoa amada em três dias. Na prática, cada cabelo precisa de cuidados de nutrição específicos. Não precisa ser o alisamento. Ou seja, se você quer alisar o cabelo, tudo bem. Mas lembre-se de que alisamento não é tratamento: é um composto químico que retira a umidade natural dos cabelos, que vão precisar ser nutridos novamente. Já que é assim, não seria melhor ideia manter os cabelos cacheados na sua forma natural e tratá-los como eles merecem?

Texto original extraído do site Equilibre Saúde & Bem-Estar: www.equilibresbe.com


Mônica Félix é cabeleireira, especialista em cabelos crespos e cacheados.
Praia de Botafogo, nº 316, sala 636 - Botafogo - RJ
Tels: (21) 98126-9049 (Whatsapp) / 7898-3676 
Quem quiser marcar uma hora com a Mônica precisa agendar antes nos telefones acima. ;o)


Compartilhe:

Sobre a Crespa

Claudia Montelage é cantora, botafoguense, libriana, sócia da Dois Versos e desde de 2012 pilota o blog "Eu Sou Crespa". Resenhas, tendências, transição, indicação de salões e profissionais, exemplos reais, aceitação e valorização do cabelo natural fazem parte dos temas abordados nesse espaço dedicado aos cabelos crespos e cacheados.!