Gel de linhaça

Olá queridos e queridas!

Bora para mais uma dica, que algumas já conhecem e outras não.
Gel de Linhaça, ou como intitulou a querida Cíntia Araújo: Baba de Calango! Se calango tem baba, eu não sei, mas esse gel eu só chamo assim. :o)

Será que ele curte a homenagem?
A baba de calango é um must para a cabeleira cacheada e crespa. Define, dá uma domada e ainda trata de leve.

Semente de linhaça

As propriedades da linhaça são muitas, a sua ingestão é super recomendada pelos nutricionistas. A casca contém uma mistura rica de vitaminas, minerais e proteínas. Sua formulação possui ômega-3 e ômega-6 que garantem, principalmente, a saúde cardiovascular.
Mas e no cabelo? Bom... Se faz bem para o nosso organismo, no cabelo já foi testado que sim. Alguma alma bisbilhoteira tacou a gororoba na cabeleira e descobriu que faz diferença.
Feliz descoberta!

Vamos a receitinha caseira, que é molinha de fazer, e nada de torcer o nariz.

Existem várias dosagens por aí. A que deu certo comigo foi a seguinte:
2 colheres de sopa de linhaça para 1 copo de 200ml de água.

Medidas
Leve ao fogo baixo e depois que ferver, dá aquela mexida de vez em quando, para não grudar no fundo. Ferva por 5 minutos.

Na foto da esquerda, início da fervura. Na foto da esquerda, depois dos 5 minutos de fervura.
Ainda quente passe a gororoba, digo, mistura na peneira. :o)
Uso peneira comum, de plástico. Vai mexendo com a colher as sementes na peneira pra ajudar a desgrudar o gel todo e você aproveitar melhor.
Tem que peneirar ainda quente. Se esfriar não vai passar, hein?

Existem 2 tipos de linhaças. Sempre fiz com a dourada, que na verdade é a da cor marrom. Não me pergunte o por que... sabe aquelas perguntas de criança? Por que o céu é azul? Então... coloco na mesma categoria. O tio Google explica. Nunca testei a outra, que é mais clara.
O que reparei foi a diferença no resultado, entre as douradas, com algumas marcas. Me dei melhor com umas do que com outras. Mas não é regra, viu gente? Pode ser cisma minha.

Na foto da esquerda, o gel ainda quente. Na foto da direita, pronto para usar.


Coloquei umas gotinhas de óleo de Argan pra dar um thãn.


Dicas da Crespa! Tha-rãn!

- O gel sozinho no meu cabelo não faz verão. Dá um frizz danado. Combinado com um creme para pentear antes de passar o gel, como falo aqui, fica xuxu. Mas beeeem pouquinho. Só pra dar liga. O gel tem que ser em maior quantidade pra dar o efeito legal.

- O gel não tem cheiro. No máximo um odor de mato amassadinho, de leve. Logo, misturo ele ao óleo de Argan, 5 gotinhas, só pra vir um cheirinho bom. Tem gente que mistura a um monte de coisa. Essência, óleos, Bepantol líquido, outros leave-ins, etc. Tem que ir testando e ver o que dá certo.

- Faça pouca quantidade. Por ser natural, ele deve ser guardado na geladeira e só tirar quando for usar. Em média, essa quantidade que faço, dura 1 semana. Mas dependendo das misturas, pode chegar a 1 semana e meia. Mais do que isso, já acho que não fica legal. O cheiro muda e acho que a ação também.

- O cabelo precisa estar hidratado para que o efeito seja satisfatório. E não falo isso só pra esse gel, não. Pra qualquer finalizador.

Vamos aos resultados:


Usei para hidratar, bem pouco, o Elsève Volume Control. Aqui ele está no estágio crocante.




Horas depois....


♫♫ Duvriiiim ♫♫


Tirei as fotos a noite, por isso esse Páh! de flash.

Gosto muito do resultado. Ele com o tempo deixa o cabelo bem macio.
Me falta só disciplina pra fazer e lembrar que o pobre tá lá na geladeira...hehehe.

Taí um finalizador que define, Bom, Bonito e Barato.


Beijos!

Compartilhe:

Sobre a Crespa

Claudia Montelage é cantora, botafoguense, libriana, sócia da Dois Versos e desde de 2012 pilota o blog "Eu Sou Crespa". Resenhas, tendências, transição, indicação de salões e profissionais, exemplos reais, aceitação e valorização do cabelo natural fazem parte dos temas abordados nesse espaço dedicado aos cabelos crespos e cacheados.!